Buscar

Como os óleos essenciais são assimilados pelo organismo

Você sabe como funciona esse processo dentro do nosso corpo?





Via respiratória:


O caminho do ar:


Nas fossas nasais há receptores de odor e impurezas responsáveis pela filtração do ar que inspiramos para que as particulas possam chegar aos pulmões, que além da troca gasosa há absorção de partículas para a corrente sanguínea sendo distribuídas ao corpo todo.


Por isso, inalar é mais potente que ingerir no ponto de vista farmacológico, já que é mais rápido e mais fácil absorvido sem sofrer muitas metabolizações, devendo ter cuidado dependendo da situação.



Conexão com outros sistemas:


Nas fossas nasais, tambem existe uma fina camada de muco que permite a migração de partículas inspiradas para os receptores olfativos, os quais transmitem impulsos nervosos ao bulbo resultando em estímulos nervosos. Este estímulo é refletido diretamente no sistema límbico (responsável pelas emoções e aprendizagem) o qual também influi sob o sistema endócrino.




Via tegumentar:


Atravessando a Barreira:


Os óleos essenciais por serem lipossolúveis (solúveis em gorduras), possuírem baixo peso e tamanho molecular os permitem conseguirem atravessar a barreira da pele, conhecido como extrato córneo, e atingir a epiderme, podendo ficarem estocados no local por até 72 horas.


Dependendo de sua composição química, conseguem permear até a derme onde existem poros pelos quais atravessam caindo na corrente sanguínea e são transportados por todo o nosso organismo.



Conexão com outros sistemas:


Através de ductos das glândulas sudoríparas, os óleos essenciais conseguem alcançar a hipoderme (camada do tecido subcutâneo responsável pela defesa contra choques mecânicos, regulação de temperatura corpórea, por conectar a derme aos músculos e ossos e armazenamento de gordura para suprimento de energia). Assim, os ativos dos óleos essenciais também conseguem acessar o sistema muscular e esquelético, por isso é muito utilizado em óleos de massagem.




Consciência:


Os óleos essenciais são muito complexos e flexíveis, pois se adaptam às diferentes necessidades de cada ser (incluindo animais), não devendo ser usado indiscriminadamente.


Podemos ter respostas diferentes para os mesmos aromas, pois quando envolve sistema nervoso tem que entender que não só fatores objetivos estão sendo tratados, mas também subjetivos, levando em consideração o estado biológico, arquétipo e personalidade, aspectos culturais e preferências (memórias afetivas), sem contar que há variações metabólicas entre os indivíduos.



Por isso, continue se informando ou procure realizar a sua compra em comércios responsáveis.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo